Uber Moto: o que é, como funciona e como se cadastrar para ter renda extra

Em tempos de alta do dólar e de supervalorização do preço do barril de petróleo no Brasil (que reflete no alto preço dos combustíveis), é sempre bom economizar. Pensando nisso, a gigante da mobilidade aproveitou para instalar a plataforma Uber Moto de vez no país.

Trata-se de uma ótima opção para quem busca economizar, abrindo mão do conforto que tem todo carro. Disponível para usuários de Android e de iOs, a plataforma de motociclistas da Uber está sendo o grande diferencial de qualidade, nas cidades onde já opera.

O preço de uma viagem pelo Uber Moto chega a ficar muito mais em conta do que a opção de carro mais barata da empresa, que é o UberX. Sem dúvidas, em dias com clima bom (sem chuvas), faz uma grande diferença se locomover de moto.

Como funciona o Uber Moto?

O Uber Moto funciona exatamente da mesma forma que as outras opções de Uber: o usuário escolhe a modalidade de viagem, no ato da configuração do seu destino, dentro do aplicativo.

O serviço chegou oficialmente no Brasil em novembro de 2020, tendo Aracaju como capital escolhida. A capital sergipana foi a pioneira.

Ao selecionar o percurso desejado, o usuário têm à sua disposição as opções da Uber e caberá a ele escolher o que considerar mais viável para aquele momento de sua necessidade.

Como se cadastrar para trabalhar no Uber Moto

O cadastramento para Uber Moto é similar ao cadastramento convencional para quem quer rodar com veículo automotor. A primeira coisa a fazer é:

  • Baixar o aplicativo Uber Driver para Apple ou Android ou acessá-lo no navegador.
  • Se não tiver conta na Uber Driver, realize todos os procedimentos necessários, preenchendo todos os campos.

Os requisitos básicos da Uber para esse público de motos são:

  • Ter acima de 21 anos;
  • Ser portador de Carteira Nacional de Habilitação categoria “A” (que pode estar, obviamente, somada a categoria superior, exemplo: “AB”).
  • A CNH precisa ter a indicação de EAR (Exerce Atividade Remunerada). A Uber, diferentemente de outras plataformas, como a Maxim, não abre mão desse requisito, nem para motociclistas;
  • Aviso: a Uber não aceita Permissão Para Dirigir (PPD), apenas CNH permanente!
  • CRLV da moto (que você terá que enviar via foto, pelo aplicativo, no ato do cadastramento). Se não tiver motocicleta própria, alugue uma apta para rodar.

As verificações de segurança que já acontecem para motociclistas que rodam, por exemplo, com Uber Eats continuam sendo as mesmas no Uber Moto.

Entre as vantagens “tradicionais” da Uber, os motociclistas também contarão com o seguro contra acidentes pessoais para clientes e motociclistas, além de tutoriais e informações educativas, versando sobre segurança nas ruas, leis de trânsito e até medidas de biossegurança.

Quando o cliente solicitar uma moto, todas as checagens de segurança que já são feitas nas alternativas de carro, serão feitas com motos. Ou seja, os antecedentes do motociclista e seu histórico de avaliações aparecerão na tela, além de placa, identificação do condutor e sua localização no mapa, em tempo real.

Este é o chamado “Padrão Uber de Segurança”.

Quais as cidades que já possuem cobertura Uber Moto

Infelizmente, este tópico não fica atualizado por muito tempo. Afinal de contas, a velocidade com que o Uber Moto está chegando às cidades brasileiras é maior do que a nossa capacidade de atualizar o artigo.

Mas, apenas para citar alguns exemplos, veja em quais cidades já há o serviço (repetimos: é apenas uma “fotografia” temporária do momento):

  • AC: Rio Branco;
  • AL: Maceió;
  • AM: Manaus;
  • AP: Macapá;
  • BA: Salvador e Feira de Santana;
  • CE: Fortaleza;
  • ES: Vitória;
  • GO: Goiânia e Anápolis;
  • MA: São Luís;
  • MG: Montes Claros, Uberlândia, Contagem, Belo Horizonte, Betim, Ribeirão das Neves e Uberaba;
  • MS: Campo Grande;
  • MT: Cuiabá;
  • PA: Belém;
  • PB: Campina Grande;
  • PE: Recife;
  • PI: Teresina;
  • PR: Londrina, Curitiba e Maringá;
  • RJ: Belford Roxo (Baixada Fluminense);
  • RR: Boa Vista;
  • SC: Florianópolis e Itajaí;
  • SE: Aracaju (foi a primeira capital a oferecer o serviço);
  • SP: São José do Rio Preto, Santo André, Santos, Campinas, Sorocaba, Ribeirão Preto, São José dos Campos, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo, Diadema e Guarulhos;
  • TO: Palmas.

Para a diretora de marketing da Uber, Luciana Ceccato, o serviço tem sido bem recebido pelos clientes, principalmente aqueles que buscam conexões aos modais de transporte (ônibus, metrô e trens):

Temos visto que esse é um tipo de uso perfeito para a moto, pois muitas vezes é perto demais para uma viagem de carro e fica cansativo para ir caminhando. Estamos felizes em trazer mais essa opção para facilitar a vida dos nossos usuários.

Uber Eats pode se tornar Uber Moto?

A resposta é sim. Aqueles motociclistas que tiveram seus cadastros aprovados para ser entregadores parceiros com motocicleta, poderão optar por realizar viagens de Uber Moto.

Sem dúvidas, isso, na prática, representará uma nova alternativa de fazer renda extra com o veículo (seja moto ou carro). Muitos condutores que possuem vínculos empregatícios formais têm cada vez mais adotado essas plataformas como meios de ter renda extra.

Medidas de proteção contra a Covid-19

A Uber faz questão de que os seus condutores motorizados adotem todas as medidas de biossegurança contra a Covid-19. Para isso, ela “contratou um especialista para validar um protocolo de prevenção ao coronavírus específico para o Uber Moto”.

O uso de máscaras faciais de tecido ou cirúrgicas, cobrindo completamente o nariz e a boca, será obrigatório. De acordo com a Uber, “a máscara deve ser colocada no rosto sempre embaixo do capacete, e nunca sobre ele”.

Outro detalhe importante é com a higiene dos capacetes. A Uber diz que, embora ainda não seja muito comum, “o ideal é que o usuário do Uber Moto tenha seu próprio capacete individual”.

Se não for o caso, o motociclista deve oferecer um capacete extra. O cuidado com a higienização desse dispositivo não deve ser descuidado. Uso do álcool à 70%, ou álcool em gel é obrigatório.

Mantenha a sua motocicleta também higienizada, principalmente nas áreas comuns que o cliente tocará. É preciso também manter um distanciamento interpessoal de 1,5 metro, pelo menos, em relação ao cliente.

Desvantagens do Uber Moto

A principal desvantagem do Uber Moto, do ponto de vista do cliente, é que ele tenderá a não solicitar o serviço nas épocas chuvosas do ano. Isto significa, portanto, que o motociclista sentirá um volume menor de solicitações nessas estações climáticas intensas.

Outra desvantagem, mas essa nem tanto por causa do serviço em si, mas sim pela modalidade de transporte: a preocupação com insegurança das ruas ao viajar de moto.

Todos sabemos que andar de motocicleta, principalmente, nas grandes cidades, é relativamente arriscado, por deixar as pessoas um pouco mais “expostas” a sinistros. No caso da Uber, isso será atenuado, porque o Padrão Uber de Segurança é mais eficiente do que o de outros aplicativos, como o Maxim, por exemplo. Mas, mesmo assim, todo cuidado é pouco.

Dessa forma, o condutor motociclista deve usar de toda a sua experiência ao receber pedidos de áreas consideradas de risco ou vindas de clientes com fotografia ou avaliação insatisfatória.

O cliente, por sua vez, deve ter cautela quanto aos pedidos em que optar por motos, tanto prestando atenção ao horário da viagem, quanto ao percurso, quanto com a reputação do motociclista.

Dicas de segurança nas viagens de moto

A Uber desaconselha radicalmente que os motociclistas parceiros promovam uma direção perigosa. Dessa forma, por exemplo, a empresa refuta veementemente condutores que pilotam entre veículos (naqueles “corredores” de carros, por exemplo).

Essa direção é considerada extremamente perigosa e, segundo a Uber, “deve ser evitada sempre que possível”.

Outra recomendação é que evitem-se as ultrapassagens. Pelo fato de ser a motocicleta uma modalidade de transporte de maior agilidade, os condutores tendem a pilotar se desviando de tudo o que podem, inclusive fazendo ultrapassagens. A Uber aconselha:

Nessa situação, é muito provável que você esteja no ponto cego dos retrovisores dos outros veículos e qualquer movimento brusco pode causar um acidente.

Respeitar as leis de trânsito é condição sine qua non para todo  condutor Uber. Deve-se respeitar as sinalizações e os semáforos, assim como respeitar aos pedestres.

Pedestres sempre têm prioridade. Reduza a velocidade no semáforo exclusivo de pedestres, no meio da quadra. Mesmo que ele fique verde para você, aguarde a travessia segura dos pedestres.

Outras dicas são:

  • Respeite a placa PARE;
  • Respeite as sinalizações por radas de velocidade;
  • Respeite as vias com cruzamentos;
  • Não faça arrancadas bruscas, derrapagens, frenagens, e outros tipos de manobras arriscadas. Além de incomodar o passageiro, é de grande risco de morte ou acidentes;
  • Ligue a seta sempre que preciso;
  • Não estacione em locais não permitidos.

Alberto Vicente (DRT-5272-BA) é formado em Letras (UEFS) e desde 1997 vem acumulando experiência na redação de textos para blogs e sites.

    tem 187 posts e contando. Ver todos os posts de

    One thought on “Uber Moto: o que é, como funciona e como se cadastrar para ter renda extra

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *